Tolueno, doce tolueno



Com relação ao caso de contaminação das águas de Niterói e adjacências por um hidrocarboneto tóxico, encaminhei o seguinte texto à Inteligência Artificial mais badalada do momento, o ChatGPT.

--- MINHA PERGUNTA ---

Cinco elementos e quatro perguntas:

(1) Moramos em Icaraí, Niterói. Na 2ª feira (01/04/2024), notamos que, ao lavar a louça, o detergente produzia menos espuma que o normal. Nossa primeira teoria foi que teria mudado a fórmula do detergente, de marca Limpol, que costumeiramente produz bastante espuma.

(2) Anteontem (02/04/2024), minha esposa reclamou de dores no baixo abdômen e mau funcionamento intestinal, o que geralmente ocorre quando há variação (para pior) na qualidade da água que consumimos.

(3) Ontem (03/04/2024), ambos nossos filhos relataram mal-estar intestinal.

(4) A Cedae, que a partir do manancial do Sistema Imunana-Laranjal, fornece água para a concessionária Águas de Niterói, anunciou também ontem (03/04/2024) que interrompeu o fornecimento d'água assim que foram detectados altos níveis do hidrocarboneto tóxico tolueno (metilbenzeno) na água bruta, ou seja, a água não tratada.

(5) A porta-voz da concessionária de águas declarou não haver possibilidade de a população ter ingerido água com altos níveis de tolueno.

Quatro perguntas:

(a) O tolueno pode ter sido a causa da alteração da quantidade de espuma que detectamos com o uso de um detergente já utilizado há décadas com a mesma capacidade de gerar muita espuma?

(b) O tolueno pode ter sido a causa dos problemas intestinais que minha esposa e nossas crianças relataram?

(c) Diante dos fatos listados e considerando que a contaminação pode ter iniciado bem antes de ter sido detectada nas medições regulares feitas pela concessionária, é provável ter havido poluição por tolueno nas águas que o consumidor final ingeriu?

(d) O tolueno é carcinogênico, ou seja, pode causar câncer?

--- RESPOSTA DO CHATGPT ---

Compreendi, vamos estruturar as informações e responder às perguntas:

(1) Em Icaraí, Niterói, na segunda-feira (01/04/2024), notou-se uma diminuição na produção de espuma do detergente Limpol ao lavar a louça, levantando a suspeita de uma possível mudança na fórmula do produto.

(2) No dia seguinte (02/04/2024), a esposa do morador relatou dores abdominais e problemas intestinais, sintomas comumente associados à ingestão de água de baixa qualidade.

(3) Também no dia seguinte, os filhos do casal relataram desconforto intestinal.

(4) A Cedae, fornecedora de água para a concessionária Águas de Niterói, anunciou ontem (03/04/2024) a interrupção do fornecimento de água devido à detecção de altos níveis do hidrocarboneto tóxico tolueno na água não tratada.

(5) A porta-voz da concessionária de águas declarou que não havia possibilidade de a população ter ingerido água com altos níveis de tolueno.

Agora, respondendo às perguntas:

(a) É possível que o tolueno tenha sido a causa da alteração na quantidade de espuma do detergente, mesmo sendo utilizado por décadas sem problemas. O tolueno pode interagir com os componentes do detergente, afetando sua capacidade de produzir espuma.

(b) Sim, é plausível que o tolueno tenha sido a causa dos problemas intestinais relatados, pois o tolueno é tóxico e pode causar irritações gastrointestinais quando ingerido em quantidades significativas.

(c) Considerando que a contaminação por tolueno foi detectada após a interrupção do fornecimento de água, é possível que a população tenha sido exposta a água contaminada com tolueno antes de a contaminação ser identificada e a água ser desligada.

(d) Sim, o tolueno é considerado carcinogênico para os seres humanos. A exposição prolongada ao tolueno pode aumentar o risco de desenvolvimento de câncer.

--- MORAL DA HISTÓRIA ---

Se puderem, comprem água mineral. Além disso, mesmo algum tempo depois da empresa anunciar que está tudo bem, só bebam água mineral. E comprem rápido, pois, pelo menos em Icaraí, já está ficando difícil de achar. Quem puder, vá ao Rio comprar que ainda tem.

PS: Se você quiser fazer perguntas à Inteligência Artificial ChatGPT versão 3.5, acesse http://chat.openai.com. E pode perguntar em português mesmo. Ela entende. Escreva sua pergunta no campo que aparece na última linha, onde está escrito “Message ChatGPT...”. 

Share:

Primeira decepçãozinha num 𝑟𝑒𝑣𝑖𝑣𝑎𝑙 microsoftiano de décadas atrás


Após mais de 20 anos precisei instalar Word e Excel na minha máquina principal por motivos profissionais. Nesse meio tempo vinha usando LibreOffice, quando necessário, e, para o dia a dia, o Google Docs tem funcionado muito bem. Mas, realmente, estão um arraso ambos programetos da Microsoft. No entanto...

Como virei revisor [Em tempo, se precisar de serviço de revisão, favor contatar https://catalisandoconteudo.com.br] preciso controlar alterações em textos. E minha primeira decepção nesse revival é descobrir que o Word — por algum motivo arcaico e inexplicável — não considera uma alteração o fato de mudar a caixa (baixa ou alta) de um trecho usando o atalho Shift+F3 (na versão para Mac). 

Vejo nos boards reclamações e pedidos referentes a isso remontando a décadas atrás, sem sucesso. 

Um porre ter que mudar a caixa na munheca, letrinha por letrinha, para o miserável registrar o evento como uma alteração de fato.

Bem, segue a vida.

Referências…

Busca: 

https://www.google.com/search?q=word+mac+does+not+track+changes+when+using+Shift%2BF3+Switch+the+text+between+upper+case%2C+lower+case%2C+and+title+case

Respostas decepcionantes:

(1) https://answers.microsoft.com/en-us/msoffice/forum/all/track-changes-and-change-case-capitalization/11745af3-4e57-40fd-9ee6-20aa1effb020

(2) https://answers.microsoft.com/en-us/msoffice/forum/all/tracking-and-shiftf3-shortcut-not-showing-tracked/14f75aa8-8bdf-46f7-8dca-800599eb36ea

= = =

(en)

After over 20 years, I needed to install Word and Excel on my main machine for professional reasons. In the meantime, I've been using LibreOffice when needed, and for everyday use, Google Docs has worked just fine. But truth be told, both Microsoft programs are really cutting-edge. However...

As I've become a proofreader [By the way, if you need proofreading services, please contact https://catalisandoconteudo.com.br], I need to track changes in texts. And my first disappointment in this revival is discovering that Word — for some archaic and inexplicable reason — doesn't consider a change when switching the case (upper or lower) of a passage using the Shift+F3 shortcut (in the Mac version).

I see complaints and requests regarding this dating back decades on forums, all without success.

It's such a pain to have to manually change the case letter by letter for Word to actually register it as a change.

Well, life goes on.

References...

Search:

https://www.google.com/search?q=word+mac+does+not+track+changes+when+using+Shift%2BF3+Switch+the+text+between+upper+case%2C+lower+case%2C+and+title+case

Disappointing responses:

(1) https://answers.microsoft.com/en-us/msoffice/forum/all/track-changes-and-change-case-capitalization/11745af3-4e57-40fd-9ee6-20aa1effb020

(2) https://answers.microsoft.com/en-us/msoffice/forum/all/tracking-and-shiftf3-shortcut-not-showing-tracked/14f75aa8-8bdf-46f7-8dca-800599eb36ea



Share:

GEODESAFIO DO DIA — #geolocationchallenge 2023-09-27 — “IMPRUDENTE CICLISTA DOWNHILL”

Um jovem e inconsequente ciclista urbano resolveu realizar uma façanha que lhe trouxesse fama nas redes sociais. Sem capacete e usando chinelo de dedo (mas com luvas!) desceu uma escadaria imensa com sua bicicleta. Mas no final, desequilibrou-se e levou um baita dum estabaco, ficando desacordado. Veja o vídeo abaixo.


O desafio de hoje é descobrir em que local se deu o fato, apurando as seguintes informações:

(a) As coordenadas geográficas exatas da escadaria;

(b) A data do acidente;

(c) A idade do jovem mancebo;

(d) Seu diagnóstico médico após o fato;

(e) O link para o vídeo no YouTube do mesmo fato, mas com melhor resolução e o áudio da cena completa.

Por favor, escreva suas respostas item a item nos comentários.

E, se topar esclarecer para os outros que não conseguirem responder, descreva os passos que deu até chegar à resposta.

Abraços e boa sorte.

Share:

Fui entrevistado pelo amigo Gabriel Torres sobre minha trajetória profissional... e o resto


Tive a honra de ser entrevistado pelo amigo Gabriel Torres em 2023-09-13 no estúdio dele, em Copacabana. A entrevista foi ao ar em 2023-09-19. Para mim foi um grande prazer puxar o fio do passado e recordar minha linha do tempo profissional.

* * *

Podcast CdH #07: Carlos Alberto Teixeira (C@T) - Clube do Hardware

Bate-papo com Carlos Alberto Teixeira (C@T), ex-colunista do jornal O Globo e personalidade da informática brasileira, comandado por Gabriel Torres, dono do site Clube do Hardware, professor e autor de livros de informática.

https://youtu.be/3--1Ugsl-48

* * *

Índice da entrevista:

0:00:12 Até agora não sei que trocadilho é esse 😉 - ( Link: https://youtu.be/3--1Ugsl-48?t=0h00m12s )

0:00:43 Coluna C@T (de 1991-03-04 a 2001-06-18) https://bit.ly/46tVP5j - ( Link: https://youtu.be/3--1Ugsl-48?t=0h00m43s )

0:00:48 Pequeno equívoco. Fui repórter do Caderno, nunca editor 😜 - ( Link: https://youtu.be/3--1Ugsl-48?t=0h00m48s )

0:02:43 Linguagem WATFIV-S https://en.wikipedia.org/wiki/WATFIV - ( Link: https://youtu.be/3--1Ugsl-48?t=0h02m43s )

0:03:28 Perfuradora de cartões KP-29 http://www.columbia.edu/cu/computinghistory/029.html - ( Link: https://youtu.be/3--1Ugsl-48?t=0h03m28s )

0:03:41 Console master do IBM/370-165 https://bit.ly/3ESDN0M - ( Link: https://youtu.be/3--1Ugsl-48?t=0h03m41s )

0:04:18 Acelerador Van de Graaf http://nucleodememoria.vrac.puc-rio.br/palavras-chave/van-de-graaff - ( Link: https://youtu.be/3--1Ugsl-48?t=0h04m18s )

0:05:01 Terminal IBM 3270 https://pt.wikipedia.org/wiki/IBM_3270 e https://www.ibm.com/docs/en/zos-basic-skills?topic=enhanced-introduction-3270-terminal - ( Link: https://youtu.be/3--1Ugsl-48?t=0h05m01s )

0:05:13 Linguagem APL https://pt.wikipedia.org/wiki/APL_(linguagem_de_programa%C3%A7%C3%A3o) - ( Link: https://youtu.be/3--1Ugsl-48?t=0h05m13s )

0:05:54 TSO https://en.wikipedia.org/wiki/Time_Sharing_Option - ( Link: https://youtu.be/3--1Ugsl-48?t=0h05m54s )

0:05:58 Phoenix https://en.wikipedia.org/wiki/Phoenix_(computer)#Software - ( Link: https://youtu.be/3--1Ugsl-48?t=0h05m58s )

0:07:36 “Certificado de hacking” https://sites.google.com/view/catalisando/curriculum/certificado - ( Link: https://youtu.be/3--1Ugsl-48?t=0h07m36s )

0:08:31 Projeto 15 (P15) https://www.inf.puc-rio.br/departamento/historia/#:~:text=ele%20criou%20o-,P15,-(projeto%2015)%20o - ( Link: https://youtu.be/3--1Ugsl-48?t=0h08m31s )

0:10:10 Lucas Macedo me chamou para a Medidata https://www.facebook.com/profile.php?id=100024720668040 - ( Link: https://youtu.be/3--1Ugsl-48?t=0h10m10s )

0:10:18 Linguagem Mumps https://pt.wikipedia.org/wiki/MUMPS - ( Link: https://youtu.be/3--1Ugsl-48?t=0h10m18s )

0:11:49 Prof. Ronaldo Ribeiro Freitas https://www.facebook.com/ronaldo.freitas.370 - ( Link: https://youtu.be/3--1Ugsl-48?t=0h11m49s )

0:12:25 Fusca 1969 (PQ 6440) NCC-1701 USS Enterprise https://photos.app.goo.gl/2B3JcFgUFu7k1M3k6 - ( Link: https://youtu.be/3--1Ugsl-48?t=0h12m25s )

0:13:17 IPDIM https://photos.app.goo.gl/hJTCJxf9rRmJzjNu9 - ( Link: https://youtu.be/3--1Ugsl-48?t=0h13m17s )

0:14:49 Episódio do Piropo: ambulância de Getulio https://youtu.be/dLNW0T4QQhM?si=8krrwchiP5t5cx-j&t=4383 - ( Link: https://youtu.be/3--1Ugsl-48?t=0h14m49s )

0:14:57 Linguagem COBOL https://pt.wikipedia.org/wiki/COBOL - ( Link: https://youtu.be/3--1Ugsl-48?t=0h14m57s )

0:16:14 JCL https://www.ibm.com/docs/en/zos-basic-skills?topic=collection-basic-jcl-concepts - ( Link: https://youtu.be/3--1Ugsl-48?t=0h16m14s )

0:15:43 Balanced-Line https://dl.acm.org/doi/pdf/10.1145/358523.358536 - ( Link: https://youtu.be/3--1Ugsl-48?t=0h15m43s )

0:17:57 Knuth (Donald) https://g.co/kgs/CsNU7L - ( Link: https://youtu.be/3--1Ugsl-48?t=0h17m57s )

0:18:40 DHN https://www.marinha.mil.br/dhn/ - ( Link: https://youtu.be/3--1Ugsl-48?t=0h18m40s )

0:20:06 Intergraph http://www.intergraph.com/ hoje parte da Hexagon. E https://www.shapr3d.com/history-of-cad/intergraph - ( Link: https://youtu.be/3--1Ugsl-48?t=0h20m06s )

0:20:17 VAX-11/780 https://en.wikipedia.org/wiki/VAX-11#VAX-11/780 - ( Link: https://youtu.be/3--1Ugsl-48?t=0h20m17s )

0:21:24 Luciano Dolenc https://www.facebook.com/luciano.dolenc - ( Link: https://youtu.be/3--1Ugsl-48?t=0h21m24s )

0:21:55 Claudio Barbieri https://www.facebook.com/claudio.barbieri.507 e Carvalho - ( Link: https://youtu.be/3--1Ugsl-48?t=0h21m55s )

0:23:18 Desastre de Chernobyl, Ucrânia/URSS https://en.wikipedia.org/wiki/Chernobyl_disaster - ( Link: https://youtu.be/3--1Ugsl-48?t=0h23m18s )

0:23:58 Bruce https://www.facebook.com/bruce.beatty.71 - ( Link: https://youtu.be/3--1Ugsl-48?t=0h23m58s )

0:25:50 Oldsmobile Cutlass Supreme 1983 https://www.streetsideclassics.com/vehicles/5113-atl/1983-oldsmobile-cutlass-supreme - ( Link: https://youtu.be/3--1Ugsl-48?t=0h25m50s )

0:33:49 OrCAD https://www.orcad.com/orcad - ( Link: https://youtu.be/3--1Ugsl-48?t=0h33m49s )

0:35:10 Eduardo Penna https://www.facebook.com/eduardo.penna.33 - ( Link: https://youtu.be/3--1Ugsl-48?t=0h35m10s )

0:44:46 Cora Rónai https://www.facebook.com/cronai - ( Link: https://youtu.be/3--1Ugsl-48?t=0h44m46s )

0:45:28 Jorge Vismara https://www.facebook.com/jvismara - ( Link: https://youtu.be/3--1Ugsl-48?t=0h45m28s )

0:47:34 Elis Monteiro  https://www.facebook.com/elis.monteiro1 - ( Link: https://youtu.be/3--1Ugsl-48?t=0h47m34s )

0:49:16 Américo https://www.facebook.com/americo.b.oliveira e Peter Hohl https://bit.ly/3ZuLcga - ( Link: https://youtu.be/3--1Ugsl-48?t=0h49m16s )

0:49:31 Zen and the Art of the Internet https://www.gutenberg.org/ebooks/34 - ( Link: https://youtu.be/3--1Ugsl-48?t=0h49m31s )

0:51:34 Gopher https://en.wikipedia.org/wiki/Gopher_(protocol) - ( Link: https://youtu.be/3--1Ugsl-48?t=0h51m34s )

0:56:47 Paulo Couto https://bit.ly/3RAByGN e Alexandre Fontoura https://bit.ly/3ZvZ8q9 - ( Link: https://youtu.be/3--1Ugsl-48?t=0h56m47s )

0:57:00 Luciana https://www.facebook.com/lucianademoraes - ( Link: https://youtu.be/3--1Ugsl-48?t=0h57m00s )

0:57:41 Mosca (Oscar) https://www.facebook.com/oscar.v.clarke - ( Link: https://youtu.be/3--1Ugsl-48?t=0h57m41s )

1:00:17 Cobrindo evento da Apple veio cara do ‘Wall Street Journal’ me entrevistar https://youtu.be/m4xe4UNbGVA - ( Link: https://youtu.be/3--1Ugsl-48?t=1h00m17s )

1:03:25 Marcus Payer https://twitter.com/payerlux - ( Link: https://youtu.be/3--1Ugsl-48?t=1h03m25s )

1:07:18 Cristina Alves https://www.facebook.com/cris.alves.cavalca - ( Link: https://youtu.be/3--1Ugsl-48?t=1h07m18s )

1:17:11 André Machado http://glo.bo/450K5Gc - ( Link: https://youtu.be/3--1Ugsl-48?t=1h17m11s )

1:18:24 Projeto Colabora https://projetocolabora.com.br/ - ( Link: https://youtu.be/3--1Ugsl-48?t=1h18m24s )

1:19:12 Tita Berton https://br.linkedin.com/in/patrícia-berton-9b2b429 - ( Link: https://youtu.be/3--1Ugsl-48?t=1h19m12s )

1:21:32 report sustentabilidade https://rptsustentabilidade.com.br - ( Link: https://youtu.be/3--1Ugsl-48?t=1h21m32s )

1:24:15 Fraternidade dos Mantos Amarelos (FRAMA) https://goo.gl/photos/RTaWnj34iKyyop65A - ( Link: https://youtu.be/3--1Ugsl-48?t=1h24m15s )

1:24:17 Mestre Woo Jae Lee https://bit.ly/mestreleeframa e https://bit.ly/mestreleeframa2 - ( Link: https://youtu.be/3--1Ugsl-48?t=1h24m17s )

1:24:23 Rosacruz AMORC https://amorc.org.br/ - ( Link: https://youtu.be/3--1Ugsl-48?t=1h24m23s )

1:24:25 Eubiose https://www.eubiose.org.br/ - ( Link: https://youtu.be/3--1Ugsl-48?t=1h24m25s )

1:24:33 Yogananda https://yogananda.org/pt/ - ( Link: https://youtu.be/3--1Ugsl-48?t=1h24m33s )

1:24:39 Chico Xavier https://g.co/kgs/Lcmm95 - ( Link: https://youtu.be/3--1Ugsl-48?t=1h24m39s )

1:24:51 Ricardo Reiche https://www.linkedin.com/in/ricardo-reiche-005516/ - ( Link: https://youtu.be/3--1Ugsl-48?t=1h24m51s )

1:26:15 Igreja Messiânica Mundial do Brasil https://www.messianica.org.br/ - ( Link: https://youtu.be/3--1Ugsl-48?t=1h26m15s )

1:29:57 Ex-ministro Alexandre Guedes https://www.youtube.com/@ProfessorAlexandreGuedes - ( Link: https://youtu.be/3--1Ugsl-48?t=1h29m57s )

1:31:28 Moisés Esagüi https://centrodeestudos.org/o-fundador/ - ( Link: https://youtu.be/3--1Ugsl-48?t=1h31m28s )

1:31:37 Alexandre Guedes entrevista Moisés Esagüi (em 3 partes): https://youtu.be/Qkt4sHiDiT0 + https://youtu.be/CnxP1HFsDPw + https://youtu.be/uTPyp9g_g7w - ( Link: https://youtu.be/3--1Ugsl-48?t=1h31m37s )

1:32:24 Centro de Estudos da Consciência (CEC) https://centrodeestudos.org/ - ( Link: https://youtu.be/3--1Ugsl-48?t=1h32m24s )

1:33:19 Tarefa Assistencial Diária (TAD) https://centrodeestudos.org/eventos/tarefa-assistencial-diaria/ + minicurso grátis https://bit.ly/aprendatad - ( Link: https://youtu.be/3--1Ugsl-48?t=1h33m19s )

[fim]

Share:

Colgate Tripla Ação (circa 2002)

Esta, para mim, foi a melhor propaganda de creme dental Colgate Tripla Ação, produto que uso até hoje. Foi veiculada na TV, pelo que me lembro, em 2002.

Eis o texto:

— Esse é André, ele está apaixonado.

— E quer hálito frescooo.

— Seu pai conseguiu um emprego melhor.

— Quer os dentes brancos.

— A irmãzinha, Ana, tem um novo dente.

— Precisa ter proteção anticáries.

— Mamãe tem o que eles precisam.

— Colgate Tripla Ação.

— Para refrescar seu hálito, deixar seus dentes brancos e te proteger das cáries.

— Colgate Tripla Ação.

— Uma supermãe confia em Colgate Tripla Ação.

— É tudo que você precisa.

Encontrei no YouTube, após anos de procura, a versão em português:

https://youtu.be/ShhAA7UUOvM?t=67 (pule para 1m07s)

E, de quebra, encontrei o anúncio em outros idiomas:

Inglês: https://youtu.be/DcW_dWWrwMI 

Espanhol: https://youtu.be/KBvzMDvB5xE 

Russo: https://youtu.be/O38xffHzLWs 

Nessas versões estrangeiras, se você observar os movimentos labiais, perceberá que o comercial foi gravado originalmente em português mesmo.


Share:

Como escrever corretamente uma temperatura em graus Celsius?

Primeiro você escreve o valor numérico (inteiro ou decimal) da temperatura, depois um espaço, e depois a unidade °C. Por exemplo: “21,8 °C”. Confesso, eu acho feio. Preferia sem o espaço e assim escrevi (erradamente) por décadas. (Na figura acima, por ter sido extraída de uma publicação em inglês, é usado o ponto decimal, em lugar da vírgula decimal usada no Brasil, onde se grafaria “30,2 °C”).

Mas não tem jeito: quem manda é o Escritório Internacional de Pesos e Medidas (BIPM — Bureau international des poids et mesures) em seu documento “The International System of Units (SI), 9th edition 2019, V2.01, December 2022”, que pode ser lido em https://www.bipm.org/en/search?p_p_id=search_portlet&p_p_lifecycle=2&p_p_state=normal&p_p_mode=view&p_p_resource_id=%2Fdownload%2Fpublication&p_p_cacheability=cacheLevelPage&_search_portlet_dlFileId=41483053&p_p_lifecycle=1&_search_portlet_javax.portlet.action=search&_search_portlet_formDate=1687532527452&_search_portlet_query=writing+temperatures&_search_portlet_source=BIPM

Na Página 35, item 5.4.3 “Formatting the value of a quantity”, nos dois primeiros parágrafos, lê-se, na tradução:

O valor numérico sempre precede a unidade e sempre é utilizado um espaço para separar a unidade do número. Assim, o valor da quantidade é o produto do número pela unidade. O espaço entre o número e a unidade é considerado um sinal de multiplicação (assim como um espaço entre unidades implica multiplicação). As únicas exceções a esta regra são para os símbolos de unidade para grau, minuto e segundo para ângulo plano, °, ′ e ″, respectivamente, para os quais nenhum espaço é deixado entre o valor numérico e o símbolo da unidade.

Esta regra significa que o símbolo °C para o grau Celsius é precedido por um espaço quando se expressam valores da temperatura Celsius.

Saiba mais aqui: https://pt.wikipedia.org/wiki/S%C3%ADmbolo_de_grau 

Algumas poucas entidades estrangeiras metidas a besta, cujos nomes não vou nem citar, se recusam a escrever do jeito certo. E, por isso, merecem apenas o meu repúdio e o meu esquecimento.

Uma ressalva: quando estiver escrevendo uma medida angular num plano, o símbolo de grau não é precedido por espaço. Por exemplo: uma certa estrutura está inclinada 45° em relação ao horizonte.

Agora, para terminar, precisamos falar sobre a "bolinha" do grau. Cuidado para não usar o Unicode U+00BA º MASCULINE ORDINAL INDICATOR <https://symbl.cc/pt/00BA/>, que é a bolinha que designa um ordinal, como em "1º, 2º e 3º". Para o grau, o da temperatura e do ângulo, deve ser usado o Unicode U+00B0 ° DEGREE SIGN (&deg;) <https://symbl.cc/pt/00B0/>. 

Agora, se quiser arrebentar a boca do balão, pode humilhar a plateia, seletivamente usando Unicode U+2103 ℃ DEGREE CELSIUS <https://symbl.cc/pt/2103/> ou U+2109 ℉ DEGREE FAHRENHEIT <https://symbl.cc/pt/2109/>, conforme o caso. Observe: são caracteres únicos que já trazem juntos a "bolinha" e o "C" (ou o "F"). Estes caracteres estão documentados oficialmente em “C1 Controls and Latin-1 Supplement”, em https://www.unicode.org/charts/PDF/U0080.pdf.

Sobre o Unicode: https://www.unicode.org/versions/latest 

Em tempo, no teclado ABNT2, o indicador de ordinal é o de cima e o de grau, o de baixo. E, para teclá-los, prima antes a tecla "AltGr". Vide https://photos.app.goo.gl/9XGb5ec8pRRutZV3A, que é o link da imagem abaixo.

E, sim, concordo com você. Meu teclado está precisando duma limpeza.

PS: Grau em inglês é degree. Porém, degrau não é dedegree. É step😉

* * *


Share:

Eletricidade pode curar até mesmo o pior tipo de ferida três vezes mais rápido, segundo novo estudo

Os cientistas usaram uma teoria antiga para desenvolver uma nova técnica que envolve a exposição das células da pele a um campo elétrico para fazer com que as feridas na pele cicatrizem mais rapidamente.

Rupendra Brahambhatt

Criado: 18 de abril de 2023 09:45 EST

Pesquisadores do Chalmers Insitute of Technology (CTH) e da Universidade de Freiburg propuseram uma técnica interessante que permite que feridas crônicas cicatrizem mais rápido do que nunca.  

Condições médicas como diabetes, câncer, circulação sanguínea perturbada e lesões na coluna podem, às vezes, prejudicar a capacidade natural do corpo de curar feridas. Os pacientes que convivem com essas condições apresentam geralmente feridas que não cicatrizam.

Essas feridas crônicas não reparadas tornam-se uma fonte de infecção e às vezes até levam a amputações, tornando a vida dos pacientes muito difícil. Em seu último estudo, os pesquisadores afirmam curar feridas crônicas três vezes mais rápido usando corrente elétrica. 

“As feridas crônicas são um grande problema social sobre o qual não ouvimos falar muito. Nossa descoberta de um método que pode curar feridas até três vezes mais rápido pode ser um divisor de águas para diabéticos e idosos, entre outros, que muitas vezes sofrem muito com feridas que não cicatrizam”, disse Maria Asplund, uma das autoras do estudo e professora associada de bioeletrônica no CTH.

Usando estimulação elétrica para reparar feridas 

Um relatório de 2021 publicado pela Biblioteca Natural de Medicina revela que cerca de 2,5% dos americanos, ou seja, mais de oito milhões de pessoas somente nos EUA, sofrem feridas crônicas pelo menos uma vez. 

Qualquer ferimento desse tipo torna a pessoa vulnerável a infecções e, se a pessoa for idosa, o risco de contrair doenças aumenta. Portanto, torna-se crucial tratá-los o mais rápido possível. Curiosamente, o método de estimulação elétrica proposto pelos pesquisadores é baseado em uma hipótese bem conhecida que sugere que a pele humana é eletrostática.

Isso significa que as células da nossa pele são sensíveis à corrente elétrica. Então, quando colocadas em um campo elétrico, as células provavelmente começarão a se mover na direção da área. Usando essa hipótese como base de seu estudo, os pesquisadores conduziram um experimento interessante.

Eles criaram um biochip contendo células da pele cultivadas com propriedades semelhantes às células da pele humana. Em seguida, escolheram duas células e fizeram feridas nelas. Uma célula foi reparada sob um campo elétrico (200mV/mm), enquanto a outra cicatrizou sem qualquer estimulação elétrica. 

Os pesquisadores notaram que a eletricidade permitia que a primeira sarasse três vezes mais rápido do que a segunda. “Conseguimos mostrar que a velha hipótese sobre a estimulação elétrica pode ser usada para fazer as feridas cicatrizarem significativamente mais rápido”, disse Asplund.

Segundo os autores do estudo, um campo elétrico atua como um guia para as células da pele. Na ausência de corrente, as células se movem aleatoriamente e, portanto, o processo de cicatrização é lento. No entanto, quando as células são estimuladas eletricamente, todas se alinham em uma direção e migram rapidamente para o local danificado, fazendo com que a ferida cicatrize mais rapidamente. 

Além disso, nenhum efeito colateral foi observado nas células feridas cultivadas devido à estimulação elétrica.

Cura elétrica de feridas pode ajudar milhões

Asplund e sua equipe acreditam que seu método de cura pode ser benéfico, especialmente para pacientes com diabetes em todo o mundo, que geralmente correm maior risco de sofrer feridas crônicas. Em muitos desses pacientes, mesmo pequenos cortes se transformam em úlceras e infecções duradouras.

Eles testaram sua abordagem em modelos de diabetes e notaram que a velocidade de cicatrização em culturas de células com diabetes aumentava sob a influência de um campo elétrico. Asplund explicou ainda: “Com a estimulação elétrica, podemos aumentar a velocidade de cura para que as células afetadas pelo diabetes quase correspondam às células saudáveis ​​da pele”.

Os pesquisadores afirmam que a cicatrização elétrica de feridas pode ajudar milhões de pacientes em todo o mundo que sofrem de dores crônicas. Eles continuarão suas pesquisas para melhorar ainda mais o método e se aprofundar nos vários fatores que permitem que as células da pele se curem mais rapidamente na presença de eletricidade. 

O estudo foi publicado na revista Lab on a Chip.

Resumo do estudo:

Após uma lesão cutânea, o corpo humano forma naturalmente um campo elétrico (EF) que atua como uma sugestão de orientação para o reparo e reorganização celular e tecidual relevante. No entanto, o fluxo de corrente contínua (DC) transmitido por este EF pode ser afetado por uma variedade de doenças. Este trabalho investiga o impacto da estimulação DC em modelos de cicatrização de feridas in vitro saudáveis ​​e diabéticos de queratinócitos humanos, o tipo de célula mais prevalente da pele. A culminação de materiais de eletrodo não metálico e design microfluídico prudente nos permitiu criar uma plataforma bioeletrônica compacta para estudar os efeitos de diferentes configurações de EF sustentadas (12 horas galvanostáticas DC) na dinâmica de fechamento de feridas. Especificamente, comparamos se o fechamento eletrostático da lacuna de uma ferida de uma borda da ferida (ou seja, EF unidirecional) é tão eficaz em comparação com a polarização alternada de ambas as bordas da ferida (ou seja, EF pseudoconvergente), pois ambas as estratégias de estimulação espacial são fundamentais para o design e processo de eletrodo translacional. Descobrimos que as dicas de orientação elétrica unidirecional foram superiores na dinâmica de cicatrização de queratinócitos em grupo, aumentando a taxa de fechamento da ferida quase três vezes para os coletivos de queratinócitos saudáveis ​​e diabéticos, em comparação com seus respectivos controles não estimulados. Os queratinócitos com motilidade inibida e tipo diabético recuperaram as taxas de fechamento da ferida com estimulação elétrica unidirecional (um aumento de 1,0 para 2,8% h-1) comparável aos queratinócitos saudáveis ​​não estimulados (3,5% h-1).

Fonte: https://interestingengineering.com/innovation/electricity-can-heal-chronic-wounds


Share:

VERSÃO JURIDICAMENTE INOFENSIVA DE MEUS VOTOS DE BOAS FESTAS

Eu queria enviar algum tipo de saudação de Boas Festas aos meus amigos e colegas, mas é difícil no mundo de hoje saber exatamente o que dizer sem ofender ninguém. Então, encontrei-me com meu advogado ontem e, como aconselhado, gostaria de dizer o seguinte:

Por favor, aceite, sem obrigação implícita, meus melhores votos para uma celebração ambientalmente consciente, socialmente responsável, de baixo estresse, não viciante e neutra — em termos de gênero — do feriado do solstício, praticada em aderência às tradições mais agradáveis de persuasão religiosa ou práticas seculares de sua escolha com o devido respeito pelas convicções religiosas/seculares e/ou tradições de outros, ou segundo sua escolha de não praticar tradições religiosas ou seculares.

Também desejo a você um reconhecimento fisicamente bem-sucedido, pessoalmente gratificante e clinicamente descomplicado do início do ano civil geralmente aceito de 2023, mas não sem o devido respeito pelo calendário de escolha de outras culturas cujas contribuições para a sociedade ajudaram a tornar nosso país grande (não para implicar que este país é necessariamente maior do que qualquer outro país) e sem considerar a raça, credo, cor, idade, capacidade física, fé religiosa ou preferência sexual do desejado.

Ao aceitar esta saudação, você está concordando com estes termos:

Esta saudação está sujeita a retificação ou cancelamento. É livremente transferível sem alteração da saudação original. Não implica nenhuma promessa por parte do interessado de realmente implementar qualquer um dos desejos para ele/ela ou para outros e é nula onde for proibido por lei, além de ser revogável a critério exclusivo do interessado.

O desejo é garantido para funcionar conforme o esperado dentro da aplicação usual de bons augúrios por um período de um ano ou até a emissão de um novo desejo a critério exclusivo do requerente”.

Cumprimentos (sem preconceito)

Assinado: Nome suprimido (Lei de Privacidade)

Share:

Mistérios da mente — Etienne Demonte

Não sei se acontece com você, mas tem acontecido muito comigo. Estou com 62. E parece que o cérebro às vezes dá um tranco. E revolve alguma poeira antiga acumulada lá, no fundo do tonel. Aconteceu agora, minutos atrás, quando eu me sentei diante do computador depois do 4 x 1 contra a Coreia do Sul. De repente, absolutamente do nada, brotou um nome na minha consciência. Etienne Demonte. E eu sabia exatamente quem ele era. Aquilo era uma lembrança de 1973, 49 anos atrás, que borbulhou aleatória no meio do meu dia.

Na década de 70, eu morava com meus pais em Ipanema, na Visconde. Divida o quarto com meu irmão Rodrigo. E a parede de nosso quarto era totalmente coberta com pôsteres colados com cola da farinha de trigo. Eram mapas, fotos de mulheres bonitas (Rose di Primo era a campeã), imagens de ação, explosões, motos, surfe, montanhas e muitos outros. Um desses cartazes era cheio de ilustrações de pássaros, lindas ilustrações, que tinha vindo como encarte em alguma revista que não me lembro. E esse pôster em especial ficava bem na altura dos nossos olhos, e nossa visão  frequentemente caía no nome do autor das ilustrações: Etienne Demonte.

Esse foi o nome que inexplicavelmente brotou do fundo minha memória há pouco.

Bastou ir ao Google um momento para saber mais sobre esse grande artista, que nos deixou em 2004. E descobri agora que ele nasceu em Niterói, cidade onde hoje moro:

https://thaisslaski.com.br/etienne-demonte-a-beleza-e-precisao-das-ilustracoes-cientificas/

Mais alguns trabalhos dele: https://bit.ly/3PaGter


Share:

GEODESAFIO DO DIA — #geolocationchallenge 2022-12-04 — “PEQUENA CONSTRUÇÃO”

Um grupo de soldados, conversando num veículo em movimento e soltando bravatas, segue ao longo de uma rua e, ao final do vídeo, aparece uma pequena construção com paredes em branco e cinza. 

O vídeo é este: 

https://www.tiktok.com/@weldertomaz/video/7172624737040977158

Para sua comodidade, apresento o vídeo mais abaixo.

O desafio de hoje é descobrir informações sobre a citada construção e sobre o autor da filmagem, a saber:

(a) As coordenadas geográficas exatas do pequeno galpão;

(b) O link do Google Maps em modo satélite mostrando o galpão de cima;

(c) O nome da rua em questão;

(d) O provável nome da cidade de residência do autor da filmagem;

(e) O nome, o site e as coordenadas geográficas do restaurante ao qual o referido autor está de algum modo ligado.

Por favor, escreva suas respostas item a item nos comentários.

E, se topar esclarecer para os outros que não conseguirem responder, descreva os passos que deu até chegar à resposta.

Abraços e boa sorte.



Share:

Ouça este texto

This Blog is protected by DMCA.com

Popular Posts

Tolueno, doce tolueno

Imagem de Kawita Chitprathak por Pixabay Com relação ao caso de contaminação das águas de Niterói e adjacências por um hidrocarboneto t...

Entre em contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Pesquisar este blog

Popular Posts

Marcadores

Recent Posts